O governo federal vai consultar a Organização Mundial do Comércio (OMC) para retirar taxas aplicadas pelos Estados Unidos sobre o aço brasileiro. O anúncio foi feito nessa quarta-feira (28) pelo ministro das Relações Exteriores, José Serra. Desde março deste ano, os Estados Unidos aplicam taxas sobre o produto siderúrgico do país por entender que o Brasil reduz o preço do material artificialmente para vencer concorrências globais.

O Ministro Serra disse que o Brasil vai tentar reverter essa situação na OMC. Caso a consulta a OMC não dê resultado, o governo vai estudar entrar com um processo formal, esse pode durar mais de um ano. Segundo assessor de economia do Itamaraty, as taxas aplicadas estão inviabilizando o comércio de aço para os Estados Unidos.

O ministro José Serra apresentou, ainda, outras medidas discutidas no Conselho da Câmara de Comércio Exterior (Camex). Esse conselho é formado por membros do governo e discute a política para o setor no Brasil. A Camex teve a primeira reunião com o novo governo nessa quarta-feira. Entre as medidas discutidas, está a retomada da alíquota do Reintegra, política de redução tributária para empresas exportadoras.

Atualmente em 0,1%, os empresários pediam que a alíquota fosse aumentada para 5%. Mas o governo anunciou que, primeiro, vai aumentar para 2% a partir de 2017 e 3% para 2018. José Serrá ainda afirmou que o governo vai discutir com os membros do Mercosul a possibilidade de reduzir barreiras tarifárias entre os países do bloco. Outras novidades da política de comércio exterior do Brasil são a criação de um operador logístico para ajudar pequenas e micro empresas a entrarem no comércio internacional e a nomeação de um ombudsman, cargo que será criado para identificar problemas no setor.
Fonte: Agência Brasil

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preciso de ajuda? Converse conosco