Os preços do minério de ferro na China subiram nesta sexta-feira, com as referências estendendo um rali para fechar no nível mais alto em duas semanas, depois de algumas siderúrgicas terem sido autorizadas a retomar operações de sinterização. 

Mas os futuros do aço caíram ainda mais, com o vergalhão cedendo 0,6 por cento na semana, a primeira queda semanal em quatro semanas, já que as preocupações persistem em relação às fracas perspectivas de demanda em meio à alta produção chinesa. 

O contrato do minério de ferro para maio, o mais ativo na Bolsa de Mercadorias de Dalian, subiu 1,5 por cento, para 627 iuanes (93,32 dólares) por tonelada. 

O minério de ferro à vista para entrega à China subiu para 87,50 dólares por tonelada, de 87 dólares no dia anterior, segundo a consultoria SteelHome. 

“O centro de aço chinês de Tangshan removeu as restrições de emergência nas usinas de sinterização, que estavam em vigor desde o início do mês”, disse o ANZ. 

A sinterização é um processo onde o minério de ferro bruto é aquecido e comprimido em massa maior antes de fundir em aço. 

O contrato do vergalhão de aço mais ativo, que também expira em maio, na Bolsa de Futuros de Xangai, caiu 0,8 por cento, para 3.763 iuanes por tonelada. 

Fonte: Reuters

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preciso de ajuda? Converse conosco