Os preços futuros do aço na China avançaram nesta quarta-feira, impulsionados por Pequim prometendo introduzir políticas para fortalecer os gastos do consumidor e o otimismo de que a disputa comercial com os Estados Unidos está chegando ao fim. A China planeja introduzir políticas para impulsionar os gastos domésticos em itens como automóveis e eletrodomésticos neste ano, como parte de esforços mais amplos para fortalecer o consumo, disse um alto funcionário do principal órgão planejador estatal do país.

Uma variedade de produtos siderúrgicos são amplamente usados para fabricar automóveis e itens domésticos. Os futuros do vergalhão de aço na Bolsa Xangai subiram 0,1 por cento, para 3.507 iuans. Já o contrato mais ativo de bobina a quente subiu 0,7 por cento, a 3.421 iuans a tonelada.

Na terça-feira, alguns sites industriais chineses informaram que a maior cidade siderúrgica de Tangshan emitiu um alerta antipoluição, entre 8 de janeiro e 14 de janeiro, pedindo às siderúrgicas que reduzam a produção em áreas de sinterização em 30 a 60 por cento, ou mesmo que interropam totalmente as atividades, para controlar os níveis de emissão.

Os futuros de minério de ferro mais negociados na Bolsa de Mercadorias de Dalian caiu 0,6 por cento, para 509,5 iuans.

Fonte: Reuters

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preciso de ajuda? Converse conosco